Deus seja hoje e eternamente louvado! Amém.    

 
Aluno.i9: Senha:

GAMES - 2
VOU
APRENDER;
 
MÓDULOS

 

O que a carreira em jogos digitais não é

Para ser bem sucedido numa carreira em jogos digitais não basta (e às vezes nem é necessário!) gostar de jogos, da mesma forma que não é suficiente gostar de assistir filmes para trabalhar na indústria cinematográfica.

Algumas pessoas chegam a pensar que trabalhando numa empresa de jogos vão passar a maior parte do tempo jogando. Isso claramente está longe de ser verdade, até porque o jogo só começará a ficar divertido de fato em estágio muito avançado do projeto, quando este já está perto de ser concluído.

Existe, no entanto, o profissional que tem como função jogar protótipos de jogos o tempo todo, em busca de bugs (defeitos gráficos ou de programação). Note que isso significa jogar a mesma parte de um jogo dezenas e talvez centenas de vezes, até ter certeza que não existe nenhum bug naquela parte do jogo (o que nem sempre será divertido). Veremos mais sobre essa carreira, a de testador de jogos digitais, na terceira parte desse artigo.

O perfil de um funcionário de uma empresa de jogos varia de acordo com o perfil e tamanho da empresa. Em empresas pequenas, a maioria no Brasil, buscam-se profissionais multi-facetados. Ou seja, profissionais que possam contribuir em diversos segmentos do jogo como, por exemplo, design, programação, audio, etc. Quanto mais abrangente for a contribuição do profissional dentro do projeto, maior será a sua importância.

Já em empresas maiores, o profissional altamente qualificado em uma área específica (digamos, por exemplo, pintores de textura) tende a ser mais procurado. Empresas grandes geralmente trabalham em jogos grandes e de alta qualidade, o que se reflete na necessidade de contratar profissionais altamente qualificados em sua sub-área de trabalho.

Em ambos os casos é importante ter uma boa noção geral de como se dá todo o processo de criação de jogos, uma vez que todos la trabalham em um mesmo produto: um jogo.

Vamos ver um exemplo. O artista gráfico ao criar um personagem 3D deve saber qual será a plataforma-alvo do jogo, ou seja, se será um jogo para Playstation 3 ou para celulares Android, por exemplo. Essa informação é necessária para que ele faça o personagem com o nível de detalhes apropriado para o poder de processamento do dispositivo em que o jogo rodará, garantindo uma boa performance dos gráficos.

 

 
1-Unreal Development Kit
2-Unity Engine
3-Blander

Carga Horária-148 horas | 12 meses

Certificados | 2